Política de Privacidade da PRIVALLY

Bem-vindo à PRIVALLY. Leia com atenção nossa Política de Privacidade (“Política”) para conhecer as vantagens, facilidades e recursos disponíveis da Plataforma Privally Suite (“Plataforma”), bem como quais dados pessoais serão coletados por meio da Plataforma e como tais informações serão usadas, tratadas, armazenadas e excluídas. Esta política também fornece informações sobre direitos e como o Usuário pode entrar em contato com a PRIVALLY para tirar dúvidas de como realizamos o tratamento de seus dados.

Esta Política estará vinculada ao consentimento do Usuário (“Usuário”) que se dará no momento da habilitação, ou “clique” no botão “Aceito”, ou pela utilização efetiva de qualquer plataforma, software ou serviço (“Serviços”) da PRIVALLY, de modo que, a partir desse momento, o Usuário permitirá o acesso e tratamento de seus dados pessoais pela PRIVALLY, nos termos desta Política.

Esta Política poderá ser atualizada a qualquer tempo e, se tratando de modificações atreladas a compartilhamento, finalidade e duração do tratamento dos dados pessoais do USUÁRIO, este será informado através do e-mail registrado em nossos serviços com antecedência de 30 (trinta) dias. Caso haja discordância das alterações, o USUÁRIO poderá revogar o consentimento fornecido, ficando impossibilitado de utilização dos serviços da PRIVALLY.

1. FONTES DE DADOS PESSOAIS

Coletamos dados pessoais do USUÁRIO a partir de sua interação com a WEBSITES vinculados, com a PRIVALLY, terceiros ou outras fontes.

A PRIVALLY trata dados pessoais sobre o USUÁRIO:

• Por meio da interação com a PRIVALLY e seus serviços: Quando o Usuário compra ou usa qualquer serviço da PRIVALLY, inscreve-se em um evento, solicita informações ou liga para o suporte (as gravações podem ser gravadas e armazenadas para fins de compliance e garantia de qualidade).

• Por meio do sistema/dispositivo do USUÁRIO e utilização dos serviços da PRIVALLY: Os servidores, logs e outras tecnologias da PRIVALLY coletam automaticamente informações do sistema/dispositivo e de uso para ajudar a administrar, proteger e melhorar os serviços da PRIVALLY, bem como a experiência do USUÁRIO.

• Por meio de cookies e tecnologias similares incluídas nos serviços da PRIVALLY: a PRIVALLY poderá utilizar também algumas outras tecnologias padrões, como cookies, pixel tags, beacons e local shared objects, para coletar informações do Usuário e melhorar sua experiência de navegação.

• Por meio de terceiros: A PRIVALLY, também, coleta informações pessoais do USUÁRIO através de terceiros, tais como: empregador do USUÁRIO, parceiros, fornecedores e fontes publicamente disponíveis (sites públicos, banco de dados do governo abertos ou outros dados de domínio público), objetivando manter a precisão dos dados e aprimoramentos dos serviços prestados.

2. TIPOS DE DADOS PESSOAIS COLETADOS

O tipo de dados pessoais coletados pela PRIVALLY depende de como o USUÁRIO interage com a PRIVALLY e que tipo de serviço ou plataforma está utilizando. Em muitos casos, o USUÁRIO poderá escolher se deseja ou não fornecer informações pessoais, mas se optar por não fornecer, o USUÁRIO poderá não ter acesso ao serviço ou obter apenas uma funcionalidade parcial dos serviços.

Os dados pessoais coletados pela PRIVALLY são:

• Nomes e dados de contato, como primeiro e último nome, endereço de e-mail, endereço postal, número de telefone e outros tipos semelhantes de dados de contato;

• Credenciais de conta, como senhas e outras informações de segurança para autenticação e acesso;

• Conteúdo de usuário, como comunicações e arquivos fornecidos pelo usuário em decorrência da utilização dos serviços;

• Informações do dispositivo, como informações sobre seu dispositivo, como endereço de IP, local ou provedor;

• Informações de uso e histórico de navegação, como informações sobre como o USUÁRIO navega dentro de nossos serviços, seu histórico de navegação e quais elementos dos serviços da PRIVALLY mais utilizados;

• Dados de Localização, para serviços com recursos aprimorados de localização. Na hipótese de a PRIVALLY necessitar do consentimento do USUÁRIO para coletar dados de geolocalização, a PRIVALLY fará isso separadamente;

• Informações Demográficas, como o país do USUÁRIO e idioma de sua preferência.

Os dados pessoais sensíveis eventualmente coletados pela PRIVALLY e sua finalidade serão informados separadamente ao USUÁRIO, devendo o USUÁRIO consentir que a PRIVALLY os utilize de maneira específica.

3. UTILIZAÇÃO DOS DADOS PESSOAIS COLETADOS

A PRIVALLY utiliza os dados pessoais para:

• Fornecer e melhorar os serviços, bem como para fins de compliance;

• Cumprir com uma obrigação legal;

• Administrar o relacionamento com o USUÁRIO;

• Configurar e administrar a conta do USUÁRIO;

• Fornecer assistência técnica, suporte e treinamento ao USUÁRIO;

• Oferecer e sugerir conteúdo adaptado como notícias, pesquisa, relatórios e informações comerciais. A PRIVALLY analisa a forma como o USUÁRIO usa os serviços para lhe fazer sugestões de recursos ou serviços que acredita ser de interesse do USUÁRIO;

• Personalizar a experiência do USUÁRIO na utilização dos serviços. A PRIVALLY poderá reter as informações de navegação e uso do USUÁRIO para tornar a pesquisa nos serviços mais relevantes e usar essas informações para envio de publicidade;

• Compartilhar suas informações pessoais com outras áreas da empresa ou outros serviços disponibilizados no intuito de deixá-lo mais intuitivo (Exemplo: ao invés de exigir os mesmos dados várias vezes, em determinado momento eles já estarão em nossas bases e se auto completarão);

• Entrar em contato com o USUÁRIO para conduzir pesquisas e sondagens pelas quais optar por participar e analisar os dados coletados para fins de pesquisa de mercado;

• Fornecer a quaisquer terceiros, que disponibilizam nossos serviços ao USUÁRIO (exemplo: empregador do USUÁRIO), percepções sobre o uso dos serviços;

• Propósitos de investigação e desenvolvimento internos e para melhorar, testar e aperfeiçoar os recursos e as funções dos serviços da PRIVALLY;

• Fornecer ao USUÁRIO marketing, conforme permitido por lei;

• Atender a requisitos de auditoria internos e externos, incluindo obrigações de segurança da informação da PRIVALLY;

• Aplicar nossos Termos de Uso

• Enviar mensagens por correio eletrônico para:

a) efetuar confirmações ou cancelamentos de solicitações através da utilização da plataforma; e b) divulgar atualizações, alterações, inclusões de novas fontes de dados e melhorias aos painéis e à plataforma.

• Proteção dos direitos da PRIVALLY, privacidade, segurança, redes, sistemas e propriedade ou itens de terceiros;

• Prevenção, detecção ou investigação de um crime, fraude ou outra violação da lei;

• Estar em conformidade com as solicitações dos tribunais, autoridades policiais, órgãos normativos e outras instituições públicas e autoridades governamentais, inclusive onde elas estão fora do seu país de residência;

• O exercício dos direitos da PRIVALLY e para se defender de eventuais ações judiciais, bem como para o cumprimento de qualquer legislação ou regulamento aplicável à PRIVALLY ou terceiros com quem trabalhamos;

• Participar processos de venda, fusão, aquisição reestruturação, joint venture, cessão, transferência ou qualquer outro ato que negocie todo ou parte do negócio da PRIVALLY (Inclusive Recuperação Judicial ou Falência);

Note, ainda, que a plataforma poderá ter links para outras páginas na Internet, que podem possuir política de coleta e utilização de informações diversas da utilizada pela PRIVALLY. Dessa forma, a PRIVALLY não se responsabiliza pelo tratamento de dados por tais páginas.

Quando for preciso fornecer ao USUÁRIO informações adicionais sobre como seus dados pessoais são usados em relação a determinados serviços forneceremos avisos de privacidade separados ou adicionais.

4. COMPARTILHAMENTO DOS DADOS PESSOAIS COM TERCEIROS

O USUÁRIO concorda e aceita que A PRIVALLY compartilhe seus dados pessoais com as seguintes categorias de destinatário:

• Empresas do grupo PRIVALLY;

• Pessoa que fornece acesso aos nossos serviços (exemplo: empregador);

• Parceiros de negócios, provedores de serviços terceirizados e outras empresas que nos auxiliam no oferecimento de nossos serviços ou que possam tomar providências em nosso nome, protegendo nossos direitos, usuários, sistemas e serviços (Exemplo: Escritório de Advocacia);

• Terceiros para o qual a PRIVALLY deva uma satisfação ou tenha autorização para divulgação de informações por lei (Exemplo: órgãos governamentais, agências reguladoras, poder judiciário e outras autoridades públicas);

• Terceiros a fim de participar da venda, fusão, aquisição, reestruturação, joint venture, cessão, transferência de parte ou todo negócio da PRIVALLY, hipótese na qual os dados do USUÁRIO serão considerados um ativo e transferidos em uma eventual negociação;

• Terceiros que necessitem dos dados para proteger os direitos da PRIVALLY;

• Qualquer pessoa física ou jurídica para o qual o USUÁRIO solicite a portabilidade de seus dados.

5. TRANSFERÊNCIA DE DADOS PESSOAIS INTERNACIONAL

A PRIVALLY poderá armazenar e processar os dados pessoais do USUÁRIO em servidores fora do BRASIL, bem como, compartilhar dados coletados com empresas estrangeiras dentro das hipóteses elencadas no item 4, desta política, desde que o país ou organismo internacional destinatário proporcionem grau de proteção de dados pessoais adequado ao previsto na Lei Geral de Proteção de Dados Brasileira.

Caso o país ou organismo destinatário não proporcione grau de proteção aos dados pessoais similar ao previsto na Legislação Brasileira, a transferência somente será realizada, caso o destinatário da transferência dos dados, comprove garantias de cumprimento dos princípios, dos direitos do titular e do regime de proteção de dados previstos na legislação brasileira, na forma de:

a) cláusulas contratuais específicas para determinada transferência;

b) cláusulas-padrão contratuais;

c) normas corporativas globais;

d) selos, certificados e códigos de conduta regularmente emitidos;

Além dos casos acima, a transferência internacional de dados pessoais será realizada:

a) quando a transferência for necessária para a cooperação jurídica internacional entre órgãos públicos de inteligência, de investigação e de persecução, de acordo com os instrumentos de direito internacional;

b) quando a transferência for necessária para a proteção da vida ou da incolumidade física do titular ou de terceiro;

c) quando a autoridade nacional autorizar a transferência;

d) quando a transferência resultar em compromisso assumido em acordo de cooperação internacional;

e) quando a transferência for necessária para a execução de política pública ou atribuição legal do serviço público;

f) quando o USUÁRIO tiver fornecido o seu consentimento específico e em destaque para a transferência, com informação prévia sobre o caráter internacional da operação, distinguindo claramente esta de outras finalidades; ou

g) nas demais hipóteses previstas na Lei Geral de Proteção de Dados Brasileira.

6. PROTEÇÃO DOS DADOS PESSOAIS

A PRIVALLY utiliza tecnologias e procedimentos adequados para proteger os dados pessoais (incluindo proteção administrativas, técnicas e físicas) de acordo com o nível de risco e o serviço fornecido, possuindo uma equipe de segurança da informação e gerenciamento de riscos estritamente alinha com as previsões legais, requisitos regulatórios, mudanças de tecnologia, dentre outros fatores relevantes que possam influenciar na forma de proteger os dados pessoais.

A PRIVALLY emprega todos os esforços razoáveis de mercado para garantir a segurança de seus sistemas e dos dados coletados, utilizando provedores de Internet e servidores de bancos de dados e armazenamento altamente qualificados e conceituados, além de certificados de segurança (SSL) e software de proteção contra acesso não autorizado aos sistemas, bem como métodos padrões para criptografar e anonimizar os dados coletados. Além disso, a PRIVALLY autoriza o acesso aos locais onde são armazenados os dados somente por pessoas previamente autorizadas, exigindo sigilo absoluto sobre os dados coletados.

A presente Política representa o esforço da PRIVALLY em resguardar as informações do USUÁRIO. No entanto, em razão da própria natureza da Internet, não é possível garantir que terceiros mal-intencionados não logrem sucesso em acessar indevidamente as informações armazenadas, razão pela qual, caso isso ocorra, a PRIVALLY se responsabilizará nos limites previstos em Lei.

A PRIVALLY, em prazo razoável a ser definido pela Autoridade Nacional de Proteção de Dados (“ANPD”), deverá comunicar a ANPD e ao USUÁRIO a ocorrência de incidente de segurança que possa acarretar risco ou dano relevante ao USUÁRIO, mencionando, no mínimo:

• a descrição da natureza dos dados pessoais afetados;

• as informações sobre os titulares envolvidos;

• a indicação das medidas técnicas e de segurança utilizadas para a proteção dos dados, observados os segredos comercial e industrial;

• os riscos relacionados ao incidente;

• os motivos da demora, no caso de a comunicação não ter sido imediata; e

• as medidas que foram ou que serão adotadas para reverter ou mitigar os efeitos do prejuízo.

7. PRAZO DE TRATAMENTO DOS DADOS PESSOAIS

A PRIVALLY possui uma política de retenção e registros corporativos que é baseada em um esquema de classificação que consiste em funções comerciais, classes de registro e tipos de registro, calculando o período de retenção dos dados pessoais de acordo com os seguintes critérios:

• Período necessário para cumprir o propósito da coleta;

• Quando o USUÁRIO ou terceiro que concedeu acesso aos serviços da PRIVALLY deixar de utilizar estes serviços ou solicitar a revogação do consentimento;

• O tempo necessário para demonstrar o cumprimento dos deveres e obrigações da PRIVALLY;

• O período necessário previsto em Lei, regulamentações, decisões judiciais, etc;

• Determinação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados

Os dados pessoais serão eliminados após o término de seu tratamento, no âmbito e nos limites técnicos das atividades, autorizada a conservação para as seguintes finalidades:

• Cumprimento de obrigação legal ou regulatória pelo controlador;

• Estudo por órgão de pesquisa, garantida, sempre que possível, a anonimização dos dados pessoais;

• Transferência a terceiro, desde que respeitados os requisitos de tratamento de dados dispostos nesta Lei; ou

• Uso exclusivo do controlador, vedado seu acesso por terceiro, e desde que anonimizados os dados.

8. DIREITOS DO USUÁRIO

Conforme Lei Geral de Proteção de Dados Brasileira, o USUÁRIO terá os seguintes direitos quanto ao tratamento de seus dados pessoais:

• Direito de Confirmação: o USUÁRIO poderá confirmar se a PRIVALLY realiza o tratamento de algum dado pessoal seu;

• Direito de Acesso: o USUÁRIO poderá fazer uma solicitação por escrito para obter detalhes de como suas informações estão sendo utilizadas, bem como de ter uma cópia das referidas informações;

• Direito a Correção: o USUÁRIO poderá corrigir ou remover eventuais dados seus que estejam incompletos, inexatos ou desatualizados;

• Direito de Anonimização, bloqueio ou eliminação: o USUÁRIO poderá solicitar a anonimização, bloqueio ou eliminação de dados desnecessário, excessivos ou tratados em desconformidade com as finalidades a qual deu consentimento;

• Direito de Exclusão: o USUÁRIO poderá solicitar a exclusão de alguns dados, exceto aqueles em que a Lei autorize a sua conservação;

• Direito de Informação: O USUÁRIO poderá solicitar informações das entidades públicas e privadas com as quais a PRIVALLY realizou o uso compartilhado de seus dados, bem como das consequências caso opte por não consentir na coleta e tratamento de seus dados pessoais;

• Direito a Restrição de Processamento: O USUÁRIO poderá restringir o uso de determinados dados;

• Direito de Recusar Marketing: O USUÁRIO, poderá, a qualquer momento, solicitar o cancelamento de recebimento de propagandas e outros materiais pelo próprio link disponibilizado no e-mail marketing enviado.

• Direito de Portabilidade: O USUÁRIO poderá solicitar que seus dados pessoais sejam transferidos a si próprios ou terceiros, salvo aqueles que já tenham sido anonimizados pela PRIVALLY.

• Direito de Revogação do Consentimento: O USUÁRIO poderá cancelar qualquer consentimento concedido de maneira prévia à PRIVALLY para utilizar seus dados pessoais. O USUÁRIO tem ciência que o cancelamento não afetará a utilização ou compartilhamento dos dados realizados anteriormente ao pedido de revogação do consentimento.

Os direitos previstos neste capítulo não são absolutos, devendo o USUÁRIO, sempre que quiser exercê-los, enviar um e-mail para: lgpd@privally.com.br

A PRIVALLY se compromete em atender a tais solicitações o mais breve possível e sem custo para o USUÁRIO, limitando-se ao prazo máximo de 15 (quinze) dias, a contar do recebimento da solicitação, a menos que um período mais longo para responder seja necessário em virtude da complexidade, razões de fato ou de direito, oportunidade na qual o USUÁRIO será comunicado.
A PRIVALLY comunicará de maneira imediata aos agentes de tratamento com os quais tenha realizado uso compartilhado de dados do USUÁRIO sobre a correção, a eliminação, a anonimização ou o bloqueio dos dados, para que repitam idêntico procedimento.

A confirmação de existência ou o acesso a dados pessoais do USUÁRIO previsto neste capítulo serão fornecidos, por meio eletrônico ou de forma expressa, em formato simplificado ou por meio de declaração clara e completa, que indique a origem dos dados, a inexistência de registro, os critérios utilizados e a finalidade do tratamento, sendo observados, sempre, os segredos comerciais e industriais da PRIVALLY.

9. COOKIES

A PRIVALLY e seus fornecedores terceirizados utilizam cookies e outras tecnologias semelhantes para armazenar e gerenciar as preferências do USUÁRIO, oferecer publicidade direcionada, habilitar conteúdos e coletar dados analíticos e de utilização, por exemplo. O uso de cookies e outras tecnologias de rastreamento é um padrão em sites e aplicativos, através do qual são coletadas informações sobre as atividades do USUÁRIO em aplicativos, sites ou outros serviços.

Um cookie é um pequeno arquivo de texto, colocado em um computador ou outro dispositivo, utilizado para identificar o USUÁRIO, dispositivo utilizado e para coletar informações, podendo estar enquadrado em quatro categorias, dependendo da sua função e finalidade:

• Cookies Necessários: são essenciais para permtir que o USUÁRIO navegue em um site e utilize seus recursos.

• Cookies de Desempenho: eles coletam informações de como o USUÁRIO utiliza o site da PRIVALLY e servem para melhorar sua navegação e aprimorar sua experiência. As informações coletadas incluem, por exemplo, navegadores de internet e sistemas operacionais utilizados, o nome de domínio do site visitado anteriormente, o número de visitas, a duração média da visita e as páginas visualizadas.

• Cookies Funcionais: eles permitem que o site relembre escolhas que o USUÁRIO fez (tais como o seu nome de usuário ou ID, preferência de idioma ou a área ou região onde o USUÁRIO está) e forneça recursos aprimorados e mais pessoais.

• Cookies de Publicidade: eles rastreiam os hábitos de navegação do USUÁRIO e são usados para fornecer publicidade direcionada. Estes cookies também limitam o número de vezes que você vê um anúncio e medem a eficácia das campanhas publicitárias. Eles lembram, também, que o USUÁRIO já visitou um site e esta informação é compratilhada com outras organizações, como anunciantes.

• Cookies de Flash: eles são projetados para oferecer suporte a conteúdo do navegador compatível com o AdobeFlash e normalmente usados para ativar anúncios e conteúdos de vídeos em sites. Na hipótese do USUÁRIO quiser mais informações sobre os cookies de flash, sugerimos o acesso ao site:
http://www.macromedia.com/support/documentation/en/flashplayer/help/settings_manager.html

Os cookies do site podem ser gerenciados pelo USUÁRIO através do navegador, podendo ser aceitos, rejeitados ou excluídos. Caso o USUÁRIO opte por alterar as configurações, determinados recursos e serviços da PRIVALLY podem não funcionar como o previsto.

Na hipótese do USUÁRIO desejar obter mais informações sobre cookies, sugerimos o acesso a estes sites: www.aboutcookies.org ou www.allaboutcookies.org. Na hipótese do USUÁRIO desejar obter informações detalhadas sobre como desativar e excluir cookies em alguns navegadores comumente usados, recomendamos que o USUÁRIO entre em contato direto com a área de suporte do navegador.

Além dos cookies, a PRIVALLY utiliza outras tecnologias de rastreamento, tais como:

Sinalizadores da Web: as páginas da PRIVALLY na web podem conter imagens eletrônicas conhecidas como sinalizadores da Web (também chamados de gifs de pixel único e imagens gráficas transparentes) que são utilizadas para ajudar a veicular os cookies nos sites da PRIVALLY, contabilizar os USUÁRIOS que visitaram esses sites, fornecer serviços e analisar a eficácia das campanhas de publicidade/marketing. Estes sinalizadores também podem ser utilizados em mensagens de e-mail marketing ou em boletins informativos para determinar se um e-mail foi aberto ou se os links foram acessados.

Servidor Web e Registros de Aplicativo: os servidores da PRIVALLY coletam automaticamente determinadas informações para auxiliar, administrar e proteger os serviços oferecidos, bem como para analisar o uso e melhorar a experiência do USUÁRIO. As informações coletadas incluem:

• Endereço IP e tipo de navegador;

• Informações do dispositivo, incluindo o Identificador único de dispositivo (UDID), endereço MAC, Identificador para anunciantes (IFA) e identificadores semelhantes atribuídos por nós ou por terceiros;

• O sistema operacional do dispositivo e outros dados técnicos;

• A cidade, o estado e o país de onde você está acessando o site da PRIVALLY;

• Páginas visitadas e conteúdos visualizados, armazenados e adquiridos;

• Informações ou textos digitados;

• Links e botões clicados;

• URLs visitadas antes e depois de utilizar os serviços da PRIVALLY.

Conexões via Redes Sociais: Alguns dos serviços da PRIVALLY podem incluir funcionalidade de rede social, como o botão e os widgets “Curtir” do Facebook, os botões “Compartilhar” e miniprogramas interativos. Além disso, o USUÁRIO pode optar por usar os logins de suas próprias redes sociais, como o Facebook ou Linkedin, para efetuar o login em alguns dos nossos serviços. Caso o USUÁRIO opte por se conectar utilizando uma rede social ou serviço semelhante, a PRIVALLY pode receber e armazenar informações de autenticação desse serviço para permitir a integração entre estas plataformas. A PRIVALLY não é responsável pela privacidade e segurança das informações recolhidas por estes terceiros, devendo o USUÁRIO revisar os termos de uso e política de privacidade destes serviços terceirizados ao qual se conecta, utiliza ou acessa.

10. ENDEREÇO FÍSICO E INFORMAÇÕES DE CONTATO

Caso o USUÁRIO tenha qualquer dúvida, comentário, reclamações ou sugestões relacionadas à Proteção de Dados e esta Política de Privacidade, recomendamos que entre em contato com a PRIVALLY através do endereço: Rua Conceição de Monte Alegre, 107 – Torre B – 10º andar – Conj. 101 – Bairro: Cidade Monções – Cidade: São Paulo CEP: 04563-060. Em caso de dúvidas ou dificuldades, entre em contato conosco através do e-mail: privacy@privally.global ou diretamente com nosso encarregado pelo tratamento de dados pessoais: Fernando Fonseca, e-mail dpo@privally.global

11. Legislação e foro:

Essa Política será regida, interpretada e executada de acordo com as leis da República Federativa do Brasil, independentemente dos conflitos dessas leis com leis de outros estados ou países, sendo competente o Foro de São Paulo, para dirimir qualquer dúvida decorrente deste instrumento. O Usuário consente, expressamente, com a competência desse juízo, e renúncia, neste ato, à competência de qualquer outro foro, por mais privilegiado que seja ou venha a ser.

Todos os direitos reservados. Todas as marcas registradas.
Última atualização: 06.07.2020.